Os sertões: Campanha de Canudos

Portada
Atelie Editorial, 2002 - 900 páginas
Este livro é a edição comentada de 'Os sertões'. Além do texto restaurado conforme as fontes mais autorizadas, conta com cerca de três mil notas voltadas para o esclarecimento do vocabulário euclidiano; índice onomástico de lugares e pessoas mencionados no livro; cronologia da vida e obra do autor; vinte páginas de iconografia, com informações sobre o assunto; e prefácio abordando o problema das diferentes linguagens de 'Os Sertões' e de suas qualidades artísticas.
 

Comentarios de la gente - Escribir un comentario

Calificaciones de los usuarios

5 estrellas
7
4 estrellas
2
3 estrellas
0
2 estrellas
2
1 estrella
1

Crítica de los usuarios - Marcar como inadecuado

deg1

Crítica de los usuarios - Marcar como inadecuado

primeira parte, A Terra, descreve o cenário em que se desenrolou a ação. Euclides da Cunha, num apanhado geral, estudou os caracteres geológicos e topográficos das regiões que estão entre o Rio Grande do Norte e o sul de Minas Gerais, de modo particular a bacia do rio São Francisco. Nos sertões do norte, fala discorre sobre a seca, das causas da mesma, dando relevo especial ao papel do homem como agente geológico da destruição, que ao praticar desde os tempos mais remotos a agricultura primitiva baseada em queimadas, arrasou as florestas. Os desertos, a erosão, o ciclo das secas terríveis vieram em seguida. 

Los 5 comentarios »

Contenido

Agradecimentos
9
Cronologia
51
Nota Preliminar
65
O Homem
149
A Luta Preliminares
329
Notas à 22 Edição
783
Índice Onomástico
793
Bibliografia
859
Derechos de autor

Otras ediciones - Ver todas

Información bibliográfica